Especialidades

logo renal

TEST

 

CLÍNICA GERAL :

CLINICA GERALClínica médica, no Brasil também conhecida como Medicina Interna, é a especialidade médica que trata dos pacientes em análise inicial dos casos clínicos , atuando principalmente em ambiente hospitalar. É a especialidade médica a partir da qual se diferenciaram todas as outras áreas clínicas.

NEFROLOGIA :

NEFROLOGIA 3Nefrologia é a especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento clínico das doenças do sistema urinário, em especial o rim.
Por vezes, essas doenças só afetam os rins , mas é necessário sublinhar que, na maior parte dos casos, as doenças que afetam os rins são doenças gerais, como a diabetes Mellitus, a hipertensão arterial e algumas doenças imunológicas, que provocam lesões em vários órgãos e também nos rins. A utilização inadequada de alguns medicamentos de uso corrente, como os analgésicos e os anti-inflamatórios, por exemplo, também pode provocar lesões renais. Se não forem diagnosticadas precocemente e se não forem tratadas corretamente, as doenças renais podem provocar perda progressiva da função renal e evoluir para a insuficiência renal crónica.
Na maioria dessas situações, a perda de função renal pode ser evitada se os doentes forem observados precocemente e seguidos numa consulta de nefrologia. A realidade é que muitos doentes só são enviados tardiamente para um médico Veterinário nefrologista, habitualmente quando já têm insuficiência renal moderada ou grave e, nessas condições, a insuficiência renal já tem um carácter irreversível. Muitas vezes, o melhor que o nefrologista Veterinário pode fazer é impedir ou retardar o agravamento da doença renal, que já tem vários anos de evolução.
NEFROLOGIA 1A RENALMED possui equipamento para diálise peritoneal e HEMODIÁLISE para que haja efetividade no tratamento de casos agudos ou casos crônicos em crise .                          

CARDIOLOGIA :

CARDIOLOGIA 3
Cardiologia é a especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento das doenças que acometem o coração bem como os outros componentes do sistema circulatório.
O médico Veterinário especialista nessa área é o cardiologista.

Quando devo levar meu pet para consultar um Cardiologista?

Deve-se consultar um cardiologista, basicamente, em duas situações: para orientação preventiva e para tratamento de alguma doença.
CARDIOLOGIA 2Sabendo que muitos cães e gatos sofrem de problemas cardiovasculares e ao que tudo indica, essa incidência tende a aumentar, em todos os adultos , a partir de 05 anos de idade Mesmo que aparentemente saudáveis, todos os pets deveriam ser avaliados pelo Médico Veterinário cardiologista, para que seus tutores recebam orientações adequadamente a respeito dos riscos cardíacos e da diversas possibilidades atuais oferecidas como tratamento preventivo .
CARDIOLOGIAApesar das altas taxas de mortalidade por problemas cardiovasculares, é importante deixar bem claro que a maioria das complicações podem ser evitadas quando o diagnóstico é precoce e o proprietário investe no diagnóstico , prevenção e manejo .

                                                     

ENDOCRINOLOGIA :

ENDOCRINOLOGIA 3
A endocrinologia veterinária de cães e gatos é uma especialidade médica que tem se destacado progressivamente nos últimos dez anos, às custas de melhor capacitação e especialização do médico veterinário e de testes diagnósticos mais apurados e disponíveis em nossos laboratórios.

Trata-se de um ramo da ciência que estuda as doenças hormonais sediadas em diversos tipos de glândulas como hipófise, tireóide, adrenais, pâncreas endócrino, ovários e testículos.

ENDOCRINOLOGIANas endocrinopatias pode ocorrer excesso de secreção hormonal, a exemplo do Hiperadrenocorticismo ou Síndrome de Cushing, Hipertireoidismo, Insulinoma, Hipergonadismo com aumento dos níveis de testosterona ou estrógeno; ou ainda, deficiência hormonal como nos casos de Diabetes mellitus, Diabetes insipidus, Hipotireoidismo, Hipoadrenocorticismo, hipoglicemia, etc.

GERIATRIA VETERINÁRIA:

GERIATRIA 3
Nos últimos anos, o interesse na saúde geriátrica de cães e gatos aumentou significativamente. Este interesse é justificado pelo aumento da longevidade em pequenos animais, que ocorreu devido aos avanços na medicina veterinária, bem como pelo desenvolvimento das indústrias farmacêuticas e das indústrias de fabricação de alimentos para animais. Todos estes avanços foram estimulados pela alta demanda de proprietários que desejam aumentar o tempo de vida de seus mascotes.
GERIATRIAA definição de paciente geriátrico é bastante relativa, uma vez que há diferenças na expectativa de vida para as diferentes raças e espécies. Os cuidados com cães e gatos geriátricos, geralmente, se inicia aos 7 anos, variando conforme o porte do animal. Estes animais possuem necessidades distintas daquelas dos animais jovens, porém a maior parte do conhecimento em gerontologia veterinária foi extrapolada de informações da medicina humana ou de experimentos com animais de laboratório.
Apesar de a idade avançada trazer com ela várias doenças, o envelhecimento não pode ser considerado um processo patológico, mas sim um processo biológico composto por ampla variedade de fatores endógenos e exógenos que influenciam o ritmo e a velocidade do envelhecimento.
GERIATRIA 2Prevenir doenças, oferecer maior qualidade de vida aos animais de companhia e, consequentemente, longevidade é o objetivo da geriatria. Dessa forma a importância do acompanhamento do paciente geriátrico está na prevenção, diagnóstico e tratamento precoce das doenças. Quando se estabelece um plano de tratamento em animais idosos, muitas vezes o objetivo não irá visar à cura, mas sim o controle da doença, trazendo alivio da dor e melhorando a qualidade de vida do paciente.

UTI :

UTI (2)
A Terapia Intensiva é um segmento da Medicina Veterinária que vem se desenvolvendo amplamente nos últimos anos e está presente em grandes centros de atendimento animal , como a RENALMED , com corpo profissional capacitado e infra-estrutura de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).
UTI 3Esta especialidade abrange o recebimento, atendimento, tratamento e acompanhamento especializado daqueles pacientes urgenciais e emergenciais, ou seja, que podem vir a evoluir para quadros com risco de óbito, bem como os que se encontram em estado de risco iminente como as situações de parada cardiorrespiratória.
O intensivismo, portanto, envolve toda a ação preventiva nos diferentes setores de atendimento através do trabalho conjunto dos profissionais presentes, associado à assistência integral do animal em seu período de internamento, buscando sua pronta recuperação ou mesmo, em casos necessários, realizar intervenções emergenciais.

RAIO X

RAIO X (2)Radiografia é uma técnica de exame de imagem que utiliza raios X para ver um material cuja composição não é uniforme como o corpo do seu PET. Um feixe heterogêneo de raios X é produzido por um gerador e projetado sobre um objeto. A densidade e a composição de cada área determina a quantidade de raios X absorvida. Os raios X que atravessam são capturados atrás do objeto por um detector (seja filme fotográfico ou detector digital). Produz-se então uma representação em duas dimensões de todas as estruturas superpostas. A RENALMED possui em seu corpo de Veterinários um radiologista capacitado para efetuar exames contrastados , e etc…
RAIO X 1O feixe de raios X, transmitido através do paciente, impressiona o filme radiográfico, o qual, uma vez revelado, proporciona uma imagem que permite distinguir estruturas e tecidos com propriedades diferenciadas. Conforme a densidade, tudo o que está dentro do corpo surge em uma cor diferente numa radiografia.
Nos ossos, a radiografia acusa fraturas, tumores, distúrbios de crescimento e postura. Nos pulmões, pode proporcionar o diagnóstico da pneumonia ao câncer. Na radiografia contrastada, é possível diferenciar tecidos com características bem similares, tais como os músculos e os vasos sangüíneos, através do uso de substâncias de elevado número atômico (iodo ou o bário).